22/09 – Dia Mundial Sem Carro. Eu vou! (se alguém me der carona, claro…)

Colabore com o transporte coletivo!Viva sem carro: Dia 22 de setembro agora faz parte do calendário oficial da cidade de São Paulo, o movimento tem a intenção de incentivar as pessoas à aderirem a formas alternativas de tranporte, como bicicletas, caminhada, tranporte público e outras formas de se locomover, afim de promover a melhoria na qualidade de vida das pessoas, do meio ambiente e das cidades. Segundo reportagem do Estadão.com:

SÃO PAULO – A campanha da edição paulistana do Dia Mundial Sem Carro será lançada na próxima quarta-feira, em São Paulo. Apesar de a cidade abrigar atividades relacionadas à campanha desde 2005, será a primeira vez que a cidade vai integrar oficialmente o calendário global do evento, sempre realizado em 22 de setembro. Para este ano, a Prefeitura assumiu o compromisso de cumprir as exigências da organização, como a criação de linhas alternativas de transporte na data, um sábado.

Logo do MovimentoSegundo a organização do evento, encabeçada pelo Movimento Nossa São Paulo, com o auxílio de outras 600 instituições, a proposta é “promover a participação ativa e cidadã da população na melhoria da qualidade de vida da cidade a partir do tema transporte, saúde pública, segurança, qualidade do ar e do combustível e mobilidade viária”.

Entre as atividades marcadas para a data estão passeios ciclísticos, caminhadas, concursos de redação e exposição de trabalhos escolares, gincanas entre escolas sobre educação no trânsito, feiras de artesanato e dança e distribuição de flores. O lançamento do evento, restrito à imprensa, contará com a presença do prefeito Gilberto Kassab.

Infelizmente não poderei participar do evento (não por causa da carona… :-P ), pois estou morando um pouco longe da cidade de São Paulo mesmo e indo à pé ou de bicicleta ia levar alguns dias, heheh…

A iniciativa é boa: Estou fazendo esta experiência, resolvi abdicar ao uso do carro para me locomover e não me arrependo disso não… até descobri que era muito dependente disso.

Alternativas existem, é só querer...

Veja só algumas das vantagens dessa opção:

  1. Você não gasta fortunas com combustível e manutenção do veículo;
  2. Não tem que pagar aqueles impostos (IPVA), que quase nunca vemos aplicados onde deveriam;
  3. Não precisa se preocupar em pagar um seguro, caso tentem roubar seu carro;
  4. Não precisa se preocupar onde estacionar;
  5. Não precisa pagar estacionamento, especialmente em shopping centers (que eu acho um absurdo…);
  6. Não precisa ficar dando “gorjetas” para o “flanelinha”, que diz que “olha” seu carro quando você não está lá.
  7. Melhora sua qualidade de vida, pois caminhando mais à pé ou utilizando outras alternativas como a bicicleta, você melhora sua saúde.
  8. Você emagrece, pois você estará praticando mais exercícios.
  9. Colabora com a preservação do meio ambiente, reduzindo a emissão de gases poluentes;
  10. Colabora para que as cidades tenham menos trânsito, e em consequência menos congestionamentos.

(Se você tiver mais itens para adicionar na lista, deixe seu comentário aqui no blog…) :-)

Acabei descobrindo que posso, tranquilamente, viver sem ter que ficar dependente do carro além dos benefícios que essa escolha trouxe a minha saúde.

Eu não sou radical e deixo claro aqui que NÃO SOU CONTRA a ter carro ou andar de carro, sou a FAVOR do uso consciente desse meio de transporte. :-)

Fontes:


2 Responses to “22/09 – Dia Mundial Sem Carro. Eu vou! (se alguém me der carona, claro…)”


  • No momento em que você deixa de usar o carro pra utilizar formas alternativas de locomoção faz com que o poder público invista no transporte alternativo. Por exemplo, ao fazer uso do transporte coletivo, mostra ao empresário que mais pessoas estão utilizando aquele serviço, conseqüentemente o lucro é maior, e com o aumento da demanda a oferta de ônibus idem. Ao fazer uso da Bicicleta, força o governo a construir mais ciclovias ( só lembrando que em brasília não há ciclovias em várias regionais administrativas). Ocorre também a leve diminuição no número de engarrafamentos, haja vista que aquele que poderia ser um motorista solitário em sua gigante caminhonete, agora ocupa um espaço mínimo com sua bicicleta.
  • Oi Henrique!

    Bem lembrado. Precisamos mesmo dessas iniciativas, utilizar mais os sistemas públicos de transporte são formas importantes de incentivar os órgãos públicos a investir mais nessas alternativas.

    Valeu pelo comentário aqui no Blog.

    Abraço.
    Reinaldo.

Leave a Reply

*