O que são os alimentos funcionais?

Hoje em dia vejo muitos comerciais anunciando vitaminas em cápsulas, fibras para tomar na água, iogurtes que cuidam do funcionamento do intestino, produtos para controlar o apetite, enfim, uma série de produtos industrializados, encapsulados e embalados. Isso me fez pensar:

- Puxa, como a humanidade chegou até aqui, pois tudo isso que citei e é oferecido pelo comercial da TV, só surgiu praticamente nos últimos 40 ou 60 anos…?! Como nossos avós, bisavós, tataravós se viraram para sobreviver sem tudo isso? Será que isso era possível?

Solução simples para uma vida saudável: Frutas.

- Alimentos frescos e saudáveis: simples assim… :-)

Resposta: Era possível sim, e ainda HOJE é possível! O que acontece é, que hoje nos alimentamos muito mal… muitos produtos industrializados, doces, produtos com alto teor de sal e gordura saturada, bebidas alcoólicas, refrigerantes, etc, etc… Esse consumo desenfreado e cada vez mais influenciado pela mídia publicitária nos faz obter hábitos alimentares que em vez de nos fazer bem, acabam por nos matar silenciosamente… No final as frutas, verduras e legumes acabam perdendo espaço para as “estrelas” apetitosas do comercial televisivo. Isso acaba criando este novo “mercado” que citei logo no começo deste texto. Estes produtos não seriam necessários se nós mudássemos nossos hábitos alimentares, ampliando nosso conhecimento a respeito do que consumimos. Ai chegamos à questão que dá título a este post: “O que são os alimentos funcionais?” Basicamente os alimentos funcionais são aqueles que fazem bem a nossa saúde, pois contém nutrientes benéficos e auxiliam na nossa resistência às doenças e que no fim das contas fariam o mesmo trabalho daqueles produtos “milagrosos” que são anunciados na TV… E ainda melhor: custanto mais barato e com muito mais sabor! :-)

No artigo da doutora em nutrição, Andrea Galante ela comenta:

Os alimentos intitulados funcionais são aqueles que contêm algum componente que traz benefícios à saúde, além dos nutrientes necessários ao organismo. Mas, para você diminuir o risco de doenças crônicas não transmissíveis, é necessário uma boa alimentação –ou seja, uma alimentação balanceada. De nada adianta tomar uma cápsula de um componente funcional (o licopeno ou betacaroteno, por exemplo) e consumir muitos alimentos ricos em gordura animal ou gordura hidrogenada (encontrada em produtos industrializados), açúcares, doces e bebidas alcoólicas.

O licopeno é um carotenóide presente em diversos alimentos, como tomate, melancia e goiaba. Ele dá cor avermelhada a eles. Alguns estudos indicam que o consumo constante desses alimentos auxilia na redução do risco de alguns tipos de câncer, como o de próstata. Já o betacaroteno também é um carotenóide que age como um poderoso antioxidante, auxiliando na diminuição dos radicais livres do organismo. Está presente, por exemplo, no mamão, na cenoura e no melão.

O artigo cita tmbém alguns exemplos de alimentos funcionais:

Aveia: rica em fibras, pode diminuir o risco de desenvolvimento de câncer de cólon e auxiliar na diminuição dos níveis de colesterol ruim (LDL) do organismo quando ingerido diariamente (crua ou cozida).

Maçã: tem propriedades antioxidantes e é rica em fibras solúveis. A ingestão regular de maçã também ajuda a reduzir as taxas do colesterol prejudicial ao organismo, prevenindo problemas cardíacos.

Uva: a casca da uva, utilizada na preparação do vinho tinto e no suco de uva, contém fitoquímicos conhecido por terem quercetina, que aumenta o colesterol bom (HDL) no sangue, prevenindo doenças cardíacas. Dê preferência ao suco de uva em vez do vinho.

Brócolis: por ter substâncias bioquímicas conhecidas como indóis e isotiocianatos, previne alguns tipos de câncer e pode auxiliar na redução de colesterol.

Sementes: ricas em gordura benéfica (insaturada) que auxilia no nível de colesterol bom (HDL) e diminui o ruim (LDL), auxiliam na prevenção de doenças cardíacas. São excelentes fontes de vitamina E e têm poder antioxidante.

Concluíndo: Normalmente as coisas boas da vida, curiosamente são as mais simples também… :-) Pra que engolir cápsulas de fibras, se posso comer uma deliciosa maçã? Pra que encher a cara de vinho (e ainda gastar uma grana…) se posso comer uvas frescas… coisas do mundo moderno… :-(

Fonte: Folha Online: “Alimentação saudável


0 Responses to “O que são os alimentos funcionais?”


  • No Comments

Leave a Reply

*