Veneno natural para ratos. Será que funciona?!

Ratos em casa?! Seus problemas acabaram… :-)

Domestic mouse attack
[-Miau! Perdi meu emprego!]Creative Commons License photo credit: afu007

Recebi por e-mail uma dica interessante que pode ser a solução para quem tem problemas com ratos em suas casas: trata-se de um veneno “natural” para exterminar roedores a base de feijão in natura, cru mesmo, triturado e oferecido aos visitantes indesejados afim de eliminá-los.

Fiz um resumo dos procedimentos para fazer e aplicar o veneno ecologicamente correto para matar ratos:

Materiais:

  • Um pouco de feijão cru de qualquer tipo ou o suficiente que você achar necessário. O importante é que o feijão seja utilizado SECO, não é preciso lavar o feijão;
  • Liquidificador, multi processador ou algo que você possa utilizar para triturar em pedacinhos o feijão (acho que até um martelo serve para isso :lol: ) ;

Procedimentos:

  • Pegue uma xícara do feijão cru, coloque no multi processador, ou liquidificador (SEM ÁGUA) e triture até virar uma “farofinha” bem fininha, mas sem virar totalmente pó.
  • Onde colocar: Coloque em montinhos (uma colher de chá) nos cantos do chão, perto das portas, e janelas, atrás da geladeira, atrás do fogão, em locais que você desconfie ser freqüentados pelos ratos;

Resultados:

  • O que acontece: o rato come a farofinha, mas ele não tem como digerir o feijão cru, por falta de substâncias que digerem o feijão cru, causando assim um envenenamento natural por fermentação. Resumindo: a rataiada morre em até 3 dias.
  • Vantagens: Ao contrário dos tradicionais venenos (racumim, por exemplo) o rato morre e não contamina animais de estimação que por sua vez morriam por terem comido o rato envenenado. Se tiver crianças pequenas (bebês) ainda em período de engatinhamento e que colocam tudo na boca, não faz mal algum, pois o feijão para o ser humano, mesmo cru é digerido.
  • Concluindo: Não existe contra-indicação.

:arrow: Porém! Normalmente costumo verificar a veracidade de informações que recebo pela internet, neste caso encontrei um artigo na Universidade de Pelotas de autoria de “ANTUNES, Pedro L.; BILHALVA, Aldonir B.; ELIAS, Moacir C. & SOARES, Germano J.D.” intitulado “VALOR NUTRICIONAL DE FEIJÃO (Phaseolus vulgaris, L.), CULTIVARES RICO 23, CARIOCA, PIRATÃ-1 E ROSINHA-G2” onde, apesar de não ser algo especifico relacionado a pesquisa de novos venenos, logo no resumo do artigo é citado:

[...] O valor nutricional e os fatores anti-nutricionais foram estudados em 4 cultivares de feijão, com características fisico-químicas similares, comumente encontradas no comércio brasileiro. A grande atividade dos fatores anti-nutricionais (antitripsina e lectina) dessas leguminosas, provocaram 100% de letalidade em ratos alimentados ad libitum com dieta contendo feijão cru. [...]

No mesmo artigo em “Resultados e Discussão”, segundo o autor:

[...] No estudo “in vivo” a toxicidade dos feijões foi extremamente elevada, provocando letalidade total dos ratos alimentados com dieta contendo feijão cru num intervalo de 2 a 9 dias [...]

:?: Dúvida: Apesar de ter encontrado uma referência a respeito, eu não realizei TESTES nem fiz nenhuma experiência para comprovar a eficiência do “veneno”, felizmente estou há tempos livre de problemas com ratos.
:idea: Agora é com você! Se você fez a experiência e acabou executou com sucesso alguns roedores, por favor comente aqui no blog para que possamos saber que realmente o veneno funciona! Ou se você tiver outras informações importantes a respeito, sua colaboração será sempre bem vinda! ;-)
:lol: Piadinha sem graça: Pensando bem, com o preço $$$ do kilo do feijão nas alturas, é melhor tentar outras técnicas para eliminar os ratos, heheh…

:idea: A seguir transcrevo na integra a mensagem que recebi por e-mail:


[...]
Nossos cientistas são feras mesmo! Veneno ecológico para matar ratos

UTILIDADE PÚBLICA VENENO ECOLÓGICO PARA MATAR RATOS.

Vivendo e aprendendo… Método usado por criadores de pássaros. COMBATENDO OS RATOS Mudei-me há poucos meses para o primeiro andar de um prédio e, como todo paulistano, estou sendo vítima desses indesejáveis hóspedes. Pergunta daqui, pergunta dali… uma amiga me disse que feijão triturado matava ratos, mas não detalhou porque… fui pesquisar e descobri esse estudo da Universidade Federal de Pelotas. É FATO ! Como fazer: Pegue uma xícara de qualquer feijão cru (sem lavar mesmo), coloque no multiprocessador, ou liquidificador (SEM ÁGUA) e triture até virar uma farofinha bem fininha, mas sem virar totalmente pó. Onde colocar:

Coloque em montinhos (uma colher de chá) nos cantos do chão, perto das portas, e janelas (sim eles escalam as janelas), atrás da geladeira, atrás do fogão, atrás de tuuuuuuuuudo ! O que acontece: No arquivo do link consta o detalhamento técnico, mas esmiuçando em português claro…: o rato come essa farofinha, dilicia… nhami nhami… mas ele não tem como digerir o feijão (cru), por falta de substâncias que digerem feijão cru, causando assim um envenenamento natural por fermentação. Resumindo: a rataiada morre em até 3 dias.

DETALHE IMPORTANTE: Ao contrário dos tradicionais venenos (racumim, por ex) o rato morre e não contamina animais de estimação e por sua vez morrem por terem comido o rato envenenado. E a quantidade de feijão que ele ingeriu e morreu é insuficiente para matar um cão ou gato, mesmo porque estes gostam de MATAR pra comer… mas morto eles não comem. Se tiver crianças pequenas (bebês) ainda em período de engatinhamento, que colocam tudo na boca, não faz mal algum, pois o feijão para o ser humano, mesmo cru é digerido. NÃO TEM CONTRA-INDICAÇÃO
[...]


52 Responses to “Veneno natural para ratos. Será que funciona?!”


  • Ok. Coloquei a dita farofinha no alto, em um dormente de sustentação de brasilit. O rato (grande às burras) foi lá comer, comeu, desequilibrou-se e caiu em cima do meu gato persa que comprei na Hungria, matando-o. Deveras maldito feijão.
  • REALMENTE O FEIJÃO É UM ÓTIMO VENENO CONTRA RATOS….
    RECEITA INVALIVEL: COLOCA-SE UM GRÂO NA ATIRADEIRA (ESTILINGUE) E MANDA FEIJÃO… SE ACERTAR É REALMENTE FATAL.. BOA SORTE!!

Leave a Reply

*