Entenda sobre doação de órgãos.

Preserve a vida!

Lamentável o caso do sequestro em Santo André, o final trágico ocorrido com o falecimento da adolescente Eloá levantou uma questão muito importante e que muitas vezes não prestamos ou damos a devida atenção: a doação de órgãos.

:?: Você é doador?! Sabe como proceder para ser um doador de órgãos?! Em material disponível no site da Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO) são disponibilizadas algumas informações muito interessantes:

Como Poderei ser Doador de Órgãos após a Morte?

Para ser doador não é necessário deixar nada por escrito, mas é fundamental comunicar à sua família o desejo da doação.

A família sempre se aplica na realização deste último desejo, que só se concretiza após a autorização desta, por escrito.

Quais órgãos e tecidos que podem ser doados?

Órgão | Tecido Tempo máximo para retirada Tempo máximo de exposição extracorpórea
Córneas 6 horas Pós Parada Cardíaca 7 dias
Coração Antes da Parada Cardíaca 4 a 6 horas
Pulmões Antes da Parada Cardíaca 4 a 6 horas
Rins Até 30 min Pós Parada Cardíaca até 48 horas
Fígado Antes da Parada Cardíaca 12 a 24 horas
Pâncreas Antes da Parada Cardíaca 12 a 24 horas
Ossos 6 horas Pós Parada Cardíaca até 5 anos

Quem Pode se Beneficiar de um Transplante?

Principais Indicações
CORAÇÃO portadores de cardiomiopatia grave de diferentes etiologias (Doença de Chagas, isquêmica,reumática, idiopática, miocardites);
PULMÃO portadores de doenças pulmonares crônicas por fibrose ou enfisema;
FÍGADO portadores de cirrose hepática por hepatite, álcool ou outras causas;
RIM portadores de insuficiência renal crônica por nefrite, hipertensão, diabetes e outras doenças renais;
PÂNCREAS diabéticos que tomam insulina (diabetes tipoI) em geral, quando estão com
doença renal associada;
CÓRNEAS portadores de ceratocone, ceratopatia bolhosa, infecção ou trauma de córnea;
MEDULA ÓSSEA portadores de leucemia, linfoma e aplasia de medula;
OSSO pacientes com perda óssea por certos tumores ósseos ou trauma
PELE pacientes com grandes queimaduras.

Quem pode ser Doador em Vida?

O doador vivo é um cidadão juridicamente capaz, que, nos termos da lei, possa doar órgão ou tecido sem
comprometimento de sua saúde e aptidões vitais.

Deve ter condições adequadas de saúde e ser avaliado por médico para realização de exames que afastem
doenças as quais possam comprometer sua saúde, durante ou após a doação.

Pela lei, parentes até quarto grau e cônjuges podem ser doadores; não parentes, somente com autorização judicial.

Quais órgãos e tecidos podem ser obtidos de um doador vivo?

  • RIM: doa-se um dos rins (é a doação mais freqüente intervivos);
  • MEDULA ÓSSEA: pode ser obtida por meio da aspiração óssea direta ou pela coleta de sangue periférico;
  • FÍGADO: parte do fígado pode ser doada;
  • PULMÃO: parte do pulmão (em situações excepcionais);
  • PÂNCREAS: parte do pâncreas (em situações excepcionais).

:idea: Você pode ler mais informações no documento “Entenda a Doação de Órgãos, Decida-se pela Vida“. ;-)

Material Sobre Doação de Órgãos

Material Sobre Doação de Órgãos. Clique e Leia!

Fonte: Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO)


0 Responses to “Entenda sobre doação de órgãos.”


  • No Comments

Leave a Reply

*