Coisas da vida…

Um dia, todos nós vamos…

Juízo Final (Pintura de Michelangelo)

Juízo Final (Michelangelo)
- Um dia todos nós iremos prestar nossas contas… seja lá onde for… 8O

Algumas pessoas, mesmo que não façam parte de nosso circulo social ou familiar, nos deixa surpreso quando descobrimos que algo aconteceu com elas. Exemplos clássicos desse fator são as celebridades televisivas; sabemos quem são mas nunca sequer tivemos um “contato” mais próximo. Na roda de amigos discutimos a favor ou contra aquele jogador de futebol, a atriz da novela, o cantor…

A morte do tenor Luciano Pavarotti, é um exemplo de que a notícia de sua morte, traz uma estranha sensação de surpresa, que no meu caso, me pegou desprevenido, pois como eu não sou fã dele, não sabia de seu estado e de seu problema de saúde. O que eu quero dizer com isso é que existem pessoas que mesmo distantes de nós, estão presentes em nossa vidas desde que nascemos e nos acostumamos com isso, graças a revolução das formas de comunicação como o Rádio, Televisão (principalmente) e agora a Internet. Então quando algumas dessas pessoas falece fica este estranho sentimento de “- nossa que coisa… como pode?“, ficamos surpreendidos e aí nos tocamos que ninguém nessa vida é eterno… nem nós, nem eles…

Falando nesse mesmo assunto (morte), me lembro de ter a mesma sensação de surpresa em momentos assim:

Morte do Papa João Paulo II: Eu sabia que ele estava muito doente e que não ficaria muito tempo entre nós, mas mesmo assim quando ele faleceu, fiquei com essa sensação de vazio e tristeza. E o estranho é que mesmo depois de outro papa ter sido escolhido, eu não consigo “enxergar” o papa Bento XVI, como sendo o papa, acho que sempre vou me lembrar do João Paulo como uma espécie de “papa original”.

Morte do Ayrton Senna: Esse me deixou mais surpreso ainda; eu NUNCA ia imaginar que o Senna fosse morrer naquela corrida no dia 1º de maio de 1994! Eu achava que ele era como aqueles super-heróis dos quadrinhos, um ser imortal, foi um choque descobrir que ele morreu naquela curva. Assistir a corrida de fórmula 1 nunca mais foi mesma coisa, tanto que perdi a vontade de assistir a F1 por muito tempo.

As vezes, fico pensando em como será “…o depois…“, por exemplo, assim que anunciarem estas notícias:

Morreu Silvio Santos;

Morreu Roberto Carlos (o cantor, não o jogador);

Morreu Mário Jorge Lobo Zagallo;

Morreu Edson Arantes do Nascimento (Pelé);

Morreu Hebe Camargo;

Morreu Cid Moreira;

Morreu Renato Aragão (Didi);

Morreu Chico Anysio.

Pode parecer estranho, mas essas pessoas, “existem” na minha vida desde que me conheço por gente. E imaginar que um dia eles também terão que partir é no mínimo muito esquisito (pensar sobre isso mais ainda… 8O ).

O que eu vou fazer depois disso? Bem, a vida continua, pois isso faz parte da vida… :|


0 Responses to “Coisas da vida…”


  • No Comments

Leave a Reply

*